António Pinho Vargas

Compositor, Músico, Ensaísta, Investigador do CES, Professor na ESML

António Pinho Vargas

Notícias

20 de Agosto 2016 09:00

Estreia Concerto para Viola e Orquestra,15 | SET | 21.00

Estreia Concerto para Viola e Orquestra,
Ruínas do Carmo. Diemut Poppen, viola, Orquestra Gulbenkian dir. Jan Wierzba
26 de Julho 2016 08:13

Journal Percussive Notes (USA)

Journal Percussive Notes (USA)
Crítica ao CD "Step by Step Drumming GP plays António Pinho Vargas" JACC Records, no Journal Percussive Notes (USA)
20 de Junho 2016 15:38

Orquestra do Hot Clube toca António Pinho Vargas no Hot Clube

Orquestra do Hot Clube toca António Pinho Vargas no Hot Clube dia 23. 22.30

Ideias

08 de Novembro 2014 14:11

Requiem & Judas: Entrevista e crítica

Entrevista  de Manuela Paraíso "Música para ficar" e crítica de Maria Augusta Gonçalves: "Tudo o qque de humano se teme", JL 15 a 28 de Outubro, 2014 
06 de Outubro 2013 14:12

Antes do Magnificat

Sobre o Magnificat: compor, pensar [antes, durante e depois] e recepção
29 de Setembro 2013 16:00

O futuro da música

Comunicação no debate The future of music, na Culturgest, dia 16 de setembro

Discos

Os Dias Levantados reeditado na Naxos

Os Dias Levantados reeditado na Naxos
2015
Naxos

Verses and Nocturnes reeditado na Naxos

Verses and Nocturnes reeditado na Naxos
2015
Naxos

REQUIEM & JUDAS

REQUIEM & JUDAS
2014
Naxos

OUTRO FIM

OUTRO FIM
2014
Culturgest, distribuição Dargil

STEP BY STEP

STEP BY STEP
2013
JACC Records

IMPROVISAÇÕES

IMPROVISAÇÕES
2011
Editora Althum

SOLO

SOLO
2008
Parlophone

Graffiti [just Forms], Six Portraits of Pain, Acting Out

Graffiti [just Forms], Six Portraits of Pain, Acting Out
2008
Numérica NUM 1166

Livros

Música e Poder

Música e Poder
2011
Edições Almedina

Obras

STABAT MATER (2015)

2016

THE COMPOSER (2015)

2016

THREE POLITICAL EVENTS (2014)

2015

Blog

20 Agosto 2016 10:21

Poder e compor. Uma análise possível sobre diversos modos de estar neste campo de produção cultural.

Um compositor pode muito bem constituir para si próprio uma rede de influência, uma rede de poder que resulte da acumulação de vários cargos ou do favoritismo de instituições. Já aconteceu no passado e acontecerá no futuro (cf. 1 sobre Lully e Boulez).Subsiste para ele no entanto um problema: apesar de poder talvez ganhar mais dinheiro e/ou prestígio, há um facto que não irá conseguir evitar nem u...
© 2013 António Pinho Vargas. Reservados todos os direitos. All rights reserved.
Desenvolvido por Luis_Pinto @ Cowork, Design Carlos Pinto